Estresse masculino: 5 sinais de que o homem está estressado!

estresse masculino

O estresse masculino é um mal que atinge o homem contemporâneo, trazendo graves consequências à saúde física e mental. Os sinais podem aparecer em diferentes áreas, até mesmo em atividades corriqueiras do dia a dia. Segundo a OMS, o Brasil é o pais mais estressado da America Latina e está vivendo um verdadeiro surto desse mal.

Os sintomas do estresse podem ser decorrentes de problemas no trabalho, excesso de responsabilidades, problemas financeiros, insatisfação com a própria aparência e conflitos com a família e amigos, por exemplo.

Confira a seguir como essas situações podem afetar a saúde do homem. Acompanhe!

1. Impotência sexual

A impotência ou disfunção erétil é caracteriza pela incapacidade de o homem começar ou manter uma ereção por tempo suficiente para que aconteça uma relação sexual.

Contudo, quando não estão bem mentalmente ou fisicamente, a performance sexual é afetada. Isso acontece porque a tensão causada pelo estresse masculino diminui as substâncias químicas que agem no organismo, como sais minerais, hormônios e neurotransmissores. A falta desses componentes essenciais para o funcionamento do corpo acaba impactando nas relações sexuais.

2. Falta de apetite sexual

É muito comum a confusão entre impotência sexual e falta de libido. No primeiro caso, conforme já dito, o homem não consegue manter uma ereção durante o período de uma relação. Já a falta de apetite é quando o homem não tem a vontade de ter relações, mostrando pouco ou nenhum interesse pelo sexo e isso pode gerar problemas de insegurança no homem.

Esse mal também é causado pelo estresse masculino, que resulta em mudanças na composição orgânica do organismo e a ausência de substâncias que são responsáveis por “despertar” o desejo sexual. Essa diminuição é decorrente de altos níveis de:

  • cansaço;
  • irritabilidade;
  • preocupação;
  • esgotamento físico e mental.

3. Queda de cabelo

O estresse masculino é uma das causas da queda de cabelo e desencadeamento da calvície. Esse estado prejudica a produção de novos fios, pois, ao invés de direcionar os nutrientes necessários para o crescimento do cabelo, o organismo os manda para gerar energia e tentar restabelecer os níveis normais de hormônios, nutrientes e sais minerais.

Com isso, há uma importante perda de vitaminas e elevação do cortisol, que desacelera a divisão celular na raiz do cabelo e o resultado é a perda significativa de fios.

4. Doenças cardíacas e hipertensão

Não é novidade que o estresse é inimigo do coração e da sua saúde. A tensão emocional libera substâncias no organismo que são capazes de prejudicar os seus batimentos e, consequentemente, a sua pressão arterial.

A adrenalina e o cortisol, por exemplo, atuam no aumento da frequência cardíaca e da pressão, provocando grande instabilidade no seu corpo. Isso pode resultar em doenças, ataque cardíaco e até mesmo levar à morte.

De acordo com especialistas, o estresse no trabalho, por exemplo, aumenta o risco de morte em homens cardiopatas. Sendo assim, em indivíduos que tenham pré disposição para esse tipo de condição, devem encontrar maneiras de administrar os momentos de tensão.

5. Obesidade

Algumas pessoas descontam os problemas na comida como uma resposta emocional e tentativa de buscar prazer para “esconder” os problemas. À medida que o estresse masculino aumenta, há chances de o homem começar a comer em excesso. Em alguns casos, o estresse pode causar fome mesmo após o término de uma refeição. Com isso, a obesidade aparece.

Sendo assim, é imprescindível procurar ajuda profissional assim que detectar estes ou outros sinais de cansaço, esgotamento e desânimo, já que doenças mais graves podem surgir de acordo com o nível de estresse.

O estresse masculino requer muita atenção para que não cause doenças mais graves. Os níveis de preocupação, cansaço e irritabilidade estão sendo conhecidos como o mal do século. De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde) cerca de 90% da população do planeta sofre com o estresse.

Viu como as condições emocionais podem afetar a sua saúde? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais e alerte os seus amigos sobre esse mal!

Comentários no Facebook

topo